QRPlus

Perguntas frequentes sobre QR Codes

Como é um assunto que está chamando muita atenção recentemente, é normal que muitas dúvidas específicas sobre o código surjam.

Algumas das perguntas mais frequentes sobre o QR Code são:

É seguro utilizar o código?
Sim, é seguro! O processo de utilização do QR Code tanto para os comerciantes quanto para os consumidores é bem seguro.

Vamos utilizar como exemplo principal o comércio online. Qualquer dono de e-commerce sabe a responsabilidade que possui com as informações de todos os seus clientes. Em seus bancos de dados, é possível encontrar nome do cliente, seu CPF, endereço e todas as informações sobre seu cartão.

Essas informações são valiosas e, se chegarem nas pessoas erradas, podem prejudicar – e muito – a vida de alguém.

Não à toa, companhias de e-commerce costumam gastar bastante dinheiro em softwares e ferramentas que tornam o processo mais seguro.

Com pagamentos pelo QR Code, essa questão é resolvida. Como o pagamento é feito pelo celular do próprio consumidor – que realizará a leitura do código – os dados pessoais do cliente não cruzam com o sistema da loja online.

Além de ser muito mais rápido e não ser necessário digitar várias vezes as mesmas informações – como número do cartão, código de segurança, data de validade, etc -, os comerciantes podem ficar tranquilos por não possuírem informações importantes de seus clientes.

Assim, não há motivos para hackers ou malwares invadirem o sistema do e-commerce, uma vez que não terá nenhum dado salvo na plataforma.

Portanto, cuidado nunca é demais. Fique atento aos links que o código te direcionará e nunca dê informações privadas e específicas, como por exemplo, o código de segurança do cartão de crédito.

Vale a pena inserir o código no meu negócio?
Muito provavelmente sim, a depender do seu público-alvo. A inserção de um QR Code em um determinado comércio é simples e pode custar bem pouco. Além disso, utilizar o código, seja para finalidades de Marketing ou como opção de pagamento, mostra que a instituição é atualizada e se preocupa com o consumidor – uma vez que o código QR facilita e agiliza o processo para ele.

O QR Code pode ser usado internacionalmente?
Muitas pessoas, principalmente companhias que trabalham com clientes estrangeiros, se preocupam com a internacionalidade do código. Mas, sim, o código pode ser usado em qualquer lugar do mundo.

Inclusive, uma dica para os produtores do código é utilizar plataformas que permitam uma monitoração específica na hora de criar seu QR Code.

Com essa monitoração, é possível ver o país das pessoas que leram o seu código. Essa pode ser uma informação crucial para saber se sua estratégia com o QR Code está dando efeitos positivos.

O que significa cada quadrado de um QR Code?
Além dos pixels, o QR Code possui três quadrados maiores posicionados em suas extremidades. Graças a esses elementos, é possível que um equipamento de leitura consiga localizar os dados inseridos nesse código, já que eles servem como guia para que o instrumento possa fazer a leitura de maneira correta.

Os três quadrados em destaque irão direcionar onde poderão ser encontradas informações sobre o formato. Ou seja, qual a função do código, se ele armazena números ou letras e para onde ele encaminhará o leitor após ser escaneado.

Os dois que se encontram respectivamente no canto superior direito e inferior esquerdo indicam a área do QR Code que contém também informações sobre a versão do código, uma vez que existem até 40 versões disponíveis.

Existe também outro quadrado, um pouco menor, no canto inferior direito, que irá dispor sobre o alinhamento – o que diz, especificamente, sobre a forma como a leitura deve ser processada, para que não haja erros.

Há, ainda, uma linha denominada de “timing patterns”, traçando um caminho entre o quadrado inferior até o superior esquerdo para finalmente chegar no superior direito. Ela irá dispor sobre o padrão de temporização, que irá informar o posicionamento de colunas e linhas na parte interior do código.

Já, pelo restante de todo o código, espalhados em bytes, há, de fato, a informação que ele armazena. Por fim, há também um espaço de respiro – ou seja, sem informação, em branco – ao longo do código. Ele funciona como uma espécie de moldura para o QR Code.

O que acontece se um QR Code é danificado?
Algo muito interessante sobre essa ferramenta é que ela possui uma ampla capacidade de correção de erros.

Por exemplo, se um panfleto que apresenta um QR Code for rasgado, danificando parte do código, muito provavelmente sua leitura não será prejudicada.

Isso porque, além de guardar a informação ou arquivo em questão, o código também armazena dados necessários para que haja a leitura completa – mesmo com danos na estrutura da imagem. Portanto, a leitura se torna ainda mais simples.

É possível reparar, inclusive, que para escanear um QR Code não é preciso um foco impecável, uma angulação específica, estar muito próximo do código em si e muito menos se preocupar se a imagem está na vertical ou horizontal.

O QR Code é adaptado para ser lido de diversas maneiras, o que torna todo o processo infinitamente mais rápido e prático. Porém, é importante se atentar à capacidade de correção de erro, uma vez que ela muda de acordo com o nível de cada código.

Abaixo está a relação da porcentagem de correção de cada nível:

Nível L – 7%
Nível M – 15%
Nível Q – 25%
Nível H – 30%

Como escanear um QR Code?
Como já falamos, um QR Code pode ser lido por vários meios, como, por exemplo, um celular ou computador. Porém, cada ferramenta possui sua própria forma de fazer essa leitura.

Pelo celular
A forma como você irá escanear o QR Code pelo celular irá depender do modo operacional do seu aparelho. Por exemplo, um iOS ou Android. No caso dos iPhones, que funcionam com o primeiro modelo, basta abrir a câmera frontal e apontá-la para o código. Lembre-se de posicionar o código de forma centralizada e clique nele, pela tela, para direcionar o foco da câmera.

O QR Code será, assim, quase que instantaneamente escaneado. Após a leitura do código, você receberá uma notificação para abrir o conteúdo do código em seu navegador padrão.

Já para os celulares Androids, o passo a passo é semelhante. Porém, é necessário baixar um aplicativo de leitura de QR Code pela Play Store, antes de começar. Procure por ‘QR Code Reader’ e selecione o app que mais te agradar. Após baixar o aplicativo, quando for escanear o código, basta abri-lo. Ele tem acesso à sua câmera e poderá fazer a leitura para você.

Pelo computador
Assim como no Android, é preciso baixar um aplicativo para realizar a leitura do QR Code pelo computador.

Para isso, caso você utilize Windows, vá até a Microsoft Store em seus programas e busque por ‘QR Code Bar Scanner’. Ao baixar o aplicativo, você deve abri-lo, o que irá ativar sua webcam.

A partir daí, basta posicionar o código em direção à câmera. Após a leitura, o conteúdo do código ficará disponível para você.

Caso você utilize um Mac, existem sites – como o Web QR – que escaneiam o código para você. Também não tem mistério, basta abrir o navegador, digitar o endereço – que também ativará sua webcam – e fazer a leitura.

Como posso gerar um QR Code?
Agora que você já sabe um pouco mais sobre o QR Code e já viu como a presença do código pode aumentar a qualidade e o engajamento do público com seu negócio, deve-se estar perguntando, como criar seu próprio código QR.

Diferente do que muitos pensam, gerar um QR Code original é bem mais fácil do que parece. Assim como sua utilização, a criação do código é bem fácil e intuitiva.

Vamos lá. Antes de mais nada, você deve escolher um site para criar seu código. Existem diversas plataformas que fazem isso tudo, de graça! Basta procurar por “Gerar de QR Code” e comparar as vantagens e desvantagens de cada opção disponível.

Após escolhida a plataforma específica, você deve pensar em qual informação será inserida no código. Isso, claro, vai depender da sua estratégia e objetivo com a criação do QR Code.

Crie o seu agora: https://www.qrplus.com.br