QRPlus

QR Code para a gestão do turismo

Hoje, podemos afirmar que todos os setores podem utilizar o QR Code para as mais diversas funções. O código bidimensional, criado em 1994, caminhou lentamente até ganhar espaço, logo após as fábricas de smartphone fabricarem aparelhos já com os aplicativos de leitura. Cada dia mais pessoas têm acesso a eles, quando só posicionam seu aparelho ao QR Code e conseguem captar a informação desejada.

O setor de turismo é um dos que mais vem se beneficiando com o uso do QR Code. Disponível em grande parte dos monumentos históricos e atrações entre as cidades, além de servirem como método de pagamento e ingresso para locais de diversão. O QR Code também vem sendo usado em hotéis, para os mais diversos fins, e empresas de aviação.

A tecnologia no turismo
A globalização mercadológica vem sendo fundamental para o crescimento do setor de turismo. No Brasil, o setor já começava a respirar novas perspectivas, quando a pandemia de Covid-19 chegou e paralisou quase todas as cidades do país e do mundo. O mercado turístico foi um dos mais afetados, já que impossibilitados até mesmo de sair de casa, as viagens se tornaram impraticáveis.

Para voltar com força total, o turismo vem utilizando a tecnologia com ainda mais força, para intensificar a relação com o seu consumidor e tornar ainda mais atraente os locais que ele deseja conhecer. Um desses mecanismos é a utilização do QR Code, um quadrado bidimensional que permite ao cliente acesso a uma grande variedade de informação.

Ele já pode ser vastamente encontrado em cartões de visitas, folhetos, em campanhas que incluem TV, Internet, revistas, jornais e outdoors, assim como também no próprio estabelecimento em peças publicitárias. Mas não é só em marketing que o QR Code está presente no turismo.

Uma das utilizações mais comuns é seu uso em locais e monumentos turísticos. E a iniciativa não está presente apenas em grandes cidades, mas nos mais variados locais, onde as prefeituras procuram auxiliar o turista ofertando a ele informações históricas da cidade, aplicativos ou a sites de informações da prefeitura
Neles pode ser possível encontrar o melhor trajeto para chegar ao local desejado, quais os meios de transporte oferecidos, mecanismos de segurança, locais para obter documentação ou fazer denúncias, locais cadastrados que podem ser também utilizados pelo turista entre outras possibilidades. A história do local não é só interessante para monumentos históricos, mas pode falar sobre toda a cultura da cidade.

Há placas de QR Code espalhadas por alguns pontos turísticos, que oferece informação por áudio. Além de dinamizar a informação, já que não é necessário entrar em um aplicativo e ler sobre o que quer saber, é viável para pessoas com deficiência visual. As prefeituras que utilizam o QR Code em áudio garantem que conseguem economizar só por oferecer informações ao turista de forma mais rápida e plena.

Os restaurantes também adotaram o QR Code e o incluíram em seus cardápios e métodos de pagamento. Basta o cliente acessar o código pelo celular, para que chegue aos pratos oferecidos pela casa, seus valores e, em alguns, pode até mesmo realizar o pedido ali, sem precisar ter contato com o garçom.

Muitas hospedagens vêm oferecendo sistema de reservas online, valorizado ainda mais em tempos de pandemia. Com o QR Code, o cliente pode ter acesso a uma sala apenas de reservas online no site. Assim é possível ver dia e hora disponível, o local de hospedagem e outros detalhes oferecidos.

Para a empresa, o uso do QR Code pode agilizar suas informações, levando o cliente até um cadastro. Pode também fornecer uma planilha de operação do negócio e apresentar informações gerais para mensurar as ações que estão sendo realizadas.

O QR Code presente em todos os lugares
Disponível há décadas, o QR Code é um aperfeiçoamento do código de barras tradicional, cuja primeira utilização oficial foi na Denso-Wave, subsidiária da Toyota, no Japão. Seu objetivo inicial era organizar peças da montadora de automóveis, incluído todas as informações necessárias para a logística.

Rapidamente, outras empresas aproveitaram a tecnologia para dinamizar suas próprias fábricas e comercio. Mas foi com o marketing que o QR Code começou a ser desenvolvido e utilizado para a grande massa. Como o pequeno quadrado é capaz de armazenar um grande número de informações, se tornou ilimitada as possibilidades de uso.

O quadrado preto e branco, que pode ser lido tanto na horizontal quanto na vertical, possui uma sequência de pontos impressos diferente em cada um. É ali que estão as informações que se deseja transmitir, fazendo com que o leitor se conecte a ele pela câmara do seu celular e tendo acesso a página ou arquivo que está ali presente.

Até mesmo para se conectar ao Wi-Fi, inserindo um pré-cadastro em locais comerciais, por exemplo. O QR Code se tornou uma das formas de comunicação mais diretas e imediatas da atualidade. Fazendo com que o acesso demore apenas alguns segundos e possa levar desde SMS e e-mail, até páginas de web exclusivas, jogos, vídeos, músicas e entretenimentos.

Diferente do código de barra tradicional, muito usado para pagamento de contas e produtos no mercado, o QR Code tem aplicação muito mais funcional e simplificada. Há duas versões mais usadas de QR Code, cuja principal diferença é a quantidade de caracteres que podem ser incluídos. Enquanto o mais comum é caracteres, o mais elaborado chega a 7.089.

Já está no mercado também o Micro QR Code, também chamado de iQR Code, capaz de armazenar até 40 mil caracteres na versão SQR. Ele pode apresentar uma imagem personalizada ao centro e outros recursos de segurança.

No Brasil, o QR Code é encontrado em etiquetas de roupas, etiquetas para aquisição do produto e até no rótulo do produto, para que o consumidor tenha acesso a mais detalhes sobre o que pretende adquirir e até a história da empresa. Nos anúncios, oferece ao consumidor a oportunidade de saber mais sobre o produto, detalhes da promoção, levar até uma página exclusiva ou oferecer descontos.

A criatividade não tem limites quando o assunto é QR COde. Há empresas que usam o QR Code na embalagem e oferecem uma interatividade inovadora para o cliente. Basta acessar e ver imagens se movimentando, músicas, videoclipe e games. O WhatsApp foi a primeira rede social a incluir o QR Code, para que pudesse ser acessado em outro computador.

Conheça mais sobre o QR Code, suas opções de uso, melhor utilização, história e perspectiva para o futuro, no nosso Blog.